Quem Somos

Em 2015, Brasil e Japão completam 120 anos de uma relação de amizade, admiração e respeito mútuos. No mesmo ano, a Aliança Cultural Brasil-Japão – a maior escola de idioma japonês da América Latina – comemora 60 anos de existência, desempenhando um papel fundamental no intercâmbio entre os dois países, promovendo o ensino da língua japonesa e a divulgação da arte e da cultura japonesa e brasileira.

- o Brasil possui hoje 455 empresas com capital japonês *
- as exportações Brasil-Japão movimentam US$ 16 bilhões
- o Japão é o 6º país no ranking de investidores no Brasil *

Os brasileiros são apaixonados pelo Japão, e o carinho e a admiração dos japoneses pelo


- o Brasil possui hoje 455 empresas com capital japonês *
- as exportações Brasil-Japão movimentam US$ 16 bilhões
- o Japão é o 6º país no ranking de investidores no Brasil *

Os brasileiros são apaixonados pelo Japão, e o carinho e a admiração dos japoneses peloPoesia e história

A Aliança Cultural Brasil-Japão é uma entidade sem fins lucrativos que tem o objetivo de desenvolver o intercâmbio cultural entre o Brasil e o Japão. Fundada em 17 de novembro de 1956, a entidade é fruto do sonho do príncipe dos poetas brasileiros: Guilherme de Almeida, seu fundador e primeiro presidente, que também foi um dos primeiros a compor poemas haicai em português.

Em abril de 1978, a Aliança Cultural Brasil-Japão absorveu a Sociedade de Difusão da Cultura Nipo-Brasileira. E em 1991, as suas atividades de intercâmbio foram reconhecidas pelo governo japonês, com o título de “Gaimu Daijinsho”, prêmio do Ministro das Relações Estrangeiras do Japão.

Em 1993, a entidade participou ativamente da organização da Comemoração dos 450 anos da chegada dos portugueses ao Japão e, em 1995, das Comemorações dos 100 Anos do Tratado de Amizade Brasil-Japão.

Na década seguinte, em 2004, a Aliança Cultural Brasil-Japão assume com sucesso a administração do Curso de Língua Japonesa do Bunkyo, até então mantido pela Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo).

Participando ativamente das atividades da comunidade nipo-brasileira, em 2008, a ACBJ organizou diversos projetos comemorativos ao Centenário da Imigração Japonesa no Brasil.

Em 2009, a Aliança Cultural Brasil-Japão colocou em prática um método de ensino reformulado, exclusivo, único e padronizado para todas as unidades da escola (Vergueiro, Pinheiros e São Joaquim).

Projetos atuais

Atualmente, uma nova etapa estimula o crescimento da entidade, com o lançamento da nova logomarca e uma estratégia focada no fortalecimento e na divulgação da marca institucional da Aliança. Trata-se de um trabalho estratégico de longo prazo, visando a comemoração dos 60 anos da entidade, em 2015.

Um projeto em plena fase de fortalecimento é a parceria iniciada com os colégios Arquidiocesano e HeiSei, buscando o aumento do número de alunos nos cursos de japonês e artes japonesas. A Aliança também implanta a modernização das tecnologias utilizadas em sala de aula, com a criação do sistema de EAD (ensino à distância) e utilização das mídias sociais para interagir com o público interessado na cultura japonesa.

Finalmente, a Aliança deu início ao projeto de modernização e expansão da sede própria no bairro de Pinheiros, localizada a cerca de 550 metros da Estação Faria Lima, da Linha Amarela do Metrô, onde se pretende expandir os cursos de japonês, português e artes, inclusive o de culinária japonesa.

Depoimentos:

“Os nossos alunos são muito esforçados e tem a missão de contribuir para a difusão da cultura japonesa e brasileira”
Dr. Jorge de Araújo Cintra Camargo
Presidente do Conselho Superior da ACBJ e associado da entidade há mais de 30 anos

“A língua japonesa não é uma prerrogativa para os descendentes, e tem sido largamente procurada pelo público geral brasileiro, motivo pelo qual para mim é uma imensa satisfação, especialmente por constatar que através do aprendizado do idioma, houve um aumento significativo do interesse à cultura japonesa. O Brasil não somente é um grande parceiro de meu país como também é uma nação amiga e os estudiosos da língua japonesa da Aliança Cultural Brasil-Japão são integrantes indispensáveis deste fortalecimento das relações bilaterais”
Noriteru Fukushima 
Cônsul Geral do Japão em São Paulo

“A educação não é apenas um processo de aprendizado técnico. Na Aliança, as professoras procuram não só ensinar o idioma, mas buscam transmitir a disciplina, a postura e o respeito (REIGUI), que são típicos da cultura japonesa, e estes fatores são muito importantes para se comunicar adequadamente com os japoneses. Devemos difundir esses valores”
Dr. Anselmo Nakatani
Presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão

* Dados da Nippon Keidanren (Japan Business Federation)

Colaboradores
Centro Cultural Aliança:


















Centro Cultural

ACBJ - Aliança Cultural Brasil-Japão

Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade Vergueiro
R. Vergueiro, 727 - 5 º andar - Liberdade - 01504-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-6630
Aliança Cultural Brasil-Japão
Unidade São Joaquim
R. São Joaquim, 381 - 6º andar - São Joaquim - 01508-001
São Paulo - Tel.: (11) 3209-9998 ou (11) 3209-6420
© Aliança Cultural Brasil Japão
Todos os direitos reservados
by hkl interactive media